PubhD Porto # 13- Filosofia, Educação e música ao vivo

Copy of indie band concert flyer template - Made with PosterMyWall

Advertisements

11ª edição do PubhD Porto junata Geociências e Educação

27868103_1622857727783132_1779652455902220286_n

O PubhD Porto volta ao Pinguim, desta vez com dois temas bem pertinentes na actualidade: o armazenamento de CO2 e a eficácia de programas educativos para ajudar ao desempenho de alunos menos favorecidos. Sérgio Esperancinha fez o seu doutoramento no Imperial College of London e vem ao PubhD Porto explicar como se pode ser mais eficiente a recuperar hidrocarbonetos e a armazenar CO2.
Da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto vem Hélder Ferraz que irá discutir as potencialidades dos Territórios Educativos de Intervenção Prioritária – TEIP.

1º Aniversário PubhD Porto

No dia 24 de Janeirosoprámos a 1ª vela e lembramos quem fez este PubhD Porto até ao momento.

Iris Breda | Liliana Abreu | Mariana Barbosa | Ana Afonso | Joana Wilton | Paula Coelho | Pedro Figueira | Nuno Ribeiro | Bruno Ribeiro | Rui Alvites | Ivo Dias | Inês Coelho | Ricardo Ferraz | Raquel Pereira | Zenaida Mourão | Luísa Ferreira | Lucinda Bessa | João Paulo Guimarães | Álvaro Pinto | João Jesus | Pedro Coelho | Adryana Cordeiro | Diana Morais | Pedro Pestana | Iolanda Rocha | Kinga Grenga | Konstantinos Kotsalos | Helena Martins e, como convidada especial, a neurocientista Teresa Summavielle.

Fizemos ainda duas parcerias com a Associação Juvenil da Ciência e com a Inova + na Noite Europeia dos Investigadores.

Muito obrigada a todos!!!

 

E a sessão como foi?

Claudio Sunkel – Que futuro para a Ciência?

“Impressiona a resiliência dos cientistas portugueses”

Claudio Sunkel, vice-director do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), abriu a 1ª Gala de Aniversário do PubhD Porto enfatizando o seu papel actual de gestor de ciência. O também docente de Biologia Molecular destacou alguns momentos chave do que aconteceu entre as universidades e centros de investigação, em Portugal, nas últimas décadas.

Realçando “alguma falta de estratégia futura”, o orador preferiu levantar questões que precisam de ser pensadas quando falamos do futuro da Ciência em Portugal. Sunkel frisou ainda que “quem faz Ciência a sério fá-lo a 100%, pelo que, definitivamente, tem de se deixar de pensar na Ciência como um hobby”. “Impressiona a resiliência dos cientistas portugueses”, acrescentou ainda o orador.

A questão controversa das políticas de financiamento da Ciência não deixaram de ser abordadas por Claudio Sunkel, para quem “o financiamento por fundos comunitários já não é a solução, mas um problema”. O orador deixou ainda uma pergunta em jeito de provocação: “Portugal quer ou não ter um sistema científico nacional?”

sunkel

Joel Cleto – Da Avenida dos Aliados ao Rivoli

No PubhD Porto revelou-se a Lenda da Fonte da Moura e desmistificou-se a lenda sobre a razão para a localização do edifício da Câmara Municipal da invicta.

cleto

João Lima – As Estrelas têm campos magnéticos?

João Lima, director do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto, fez-nos subir às estrelas com uma apresentação bem dentro do ‘espírito’ PubhD Porto.
Com o cuidado de explicar primeiro o que são campos magnéticos com o uso de ímanes, o também docente no Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, confirmou que sim, as estrelas podem ter campos magnéticos muito intensos. Mas este é um campo difícil de estudar, pois os modelos teóricos actualmente utilizados para estudar a evolução estelar ainda não incluem o campo magnético como parâmetro.
O investigador deixou ainda alguns avisos e informações sobre a possibilidade de se ir a Marte, nomeadamente quanto à protecção dos astronautas.lima

1º ANIVERSÁRIO do PubhD Porto junta cientistas da cidade no Rivoli

E, num instante passou 1 ano de PubhD Porto. Esta aventura não teria sido possível sem todos os investigadores e doutorandos que se atreveram a apresentar os seus projectos de investigação em 10 minutos num bar!

Agora, vamos celebrar com uma edição especial do PubhD Porto assinalando o seu 1º aniversário. Convidámos dois cientista proeminentes no panorama científico nacional, baseados no Porto, e um historiador que tão bem conta a invicta.

Vens soprar as velas connosco?

Convite Gala - PubhD Porto

 

Noite de Ciência num bar: reciclagem de fármacos, energia sustentável e sexologia

O próximo PubhD Porto é já no dia 30 de Novembro, a partir das 21h30 no bar Pinguim, e irá trazer ao público assuntos tão variados como química e engenharia sustentáveis e sexologia clínica. Ricardo Ferraz, professor na Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, é licenciado e mestre em Química pela Universidade do Porto e doutorado em Química Sustentável pela Universidade Nova de Lisboa, onde desenvolveu uma tese sobre Líquidos aplicados a Fármacos, visando a reciclagem de fármacos que já não sejam eficazes e a optimização de propriedades desses compostos. Para além da Docência, Ricardo Ferraz é Investigador no Grupo REQUIMTE (Rede de Química e Tecnologia).  Tenta transmitir o gosto pela ciência, através da participação nos blogs Scientificus e no AstroPT e na organização das sessões de PubhD, evento público onde teses de doutoramento são expostas no ambiente informal de um bar.
Raquel Pereira é investigadora na equipa do SexLab – Grupo de Investigação em Sexualidade Humana, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP) – onde colabora com diversos estudos de natureza clínica e laboratorial na área da saúde sexual e disfunção erétil. Ao PubhD Porto vem explicar o seu doutoramento que visa conhecer e compreender a vivência sexual de pessoas com diversos tipos de incapacidade física. A psicóloga pretende melhorar o apoio prestado a estas pessoas para lidarem com os seus desafios a nível da sexualidade, com enfoque no aperfeiçoamento de estratégias cognitivas e afectivas.
Zenaida Mourão começou o seu percurso universitário pela Economia, enveredando depois pelo curso de Química na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP). Seguiu para o doutoramento num tema que pretendia caracterizar detalhadamente as estruturas de moléculas quase uma à uma. Um dia quis aprender um pouco mais sobre os impactos ambientais na sociedade humana actual, e por isso, ainda antes de terminar o doutoramento, começou um curso em Sistemas Sustentáveis de Energia na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

23795816_1537701172965455_1646909241488593005_n

 

O PubhD Porto tem uma frequência mensal, acontecendo sempre na última quinta-feira de cada mês, no Pinguim Café.
Mais informações:
https://www.facebook.com/PortoPubhd/ https://pubhdporto.wordpress.com/